Cuiabá (MT), quinta, 18 de outubro de 2018
Eparre
Terça, 17 de abril de 2018
Ico_twitter  Ico_facebook

Reeleição

Há uma reação figadal que tende a formar chapa de oposição ao governador. Nestes tempos bicudos, a campanha a governador deverá abiscoitar enorme quantia do Fundo Eleitoral e, possivelmente do Fundo Partidário, este último do qual pouca gente sabe o destino.


Ico_twitter  Ico_facebook

Máquina eleitoral

Com a vigilância cerrada sobre as "máquinas administrativas", aposta-se que as "máquinas partidárias" deverão se empenhar ao máximo pelas candidaturas majoritárias. O velho esquema de que o candidato majoritário arrecadava e, em seguida, promovia a distribuição de recursos segundo as suas preferências, mudou de formato. Agora cada um na sua, ou melhor "no seu bolso" (quer dizer, o próprio).


Quinta, 05 de abril de 2018
Ico_twitter  Ico_facebook

Sucessão e WO

O oportunismo de alguns vai estreitando o caminho da sucessão em Mato Grosso com a composição que se avizinha a garantir ao governador estofo para levar adiante a reeleição por ausência de candidatura viável.


Ico_twitter  Ico_facebook

Balões de ensaio

O balão de ensaio Mauro Mendes foi furado até antes do que se esperava embora não se deva desprezar o recall de sua passagem pela Prefeitura capaz de ajudar a impulsionar candidatura na capital, mesmo fora da disputa. Definitivamente, a esposa não quer e os próprios negócios requerem sua presença para superar dificuldades que, de resto, são produtos da longa crise econômica que aflige a todos.


Ico_twitter  Ico_facebook

Recuperação nas telas

A recuperação econômica, por ora, aparece apenas nas telas da Globo. A emissora insiste em apresentar estatísticas favoráveis para ocultar a realidade de que o desemprego aumentou a renda dos salários caiu.


Ico_twitter  Ico_facebook

Candidatura presidencial

A se completar o afastamento de Lula, a direita entrará em severa disputa com a extrema direita e o espectro política que lhe poderia fazer alguma sombra vai para o terreno do imponderável e da cretinice jurídica.


Terça, 20 de março de 2018
Ico_twitter  Ico_facebook

Benefícios e riscos do esporte

A prática de esporte ou qualquer forma de ginástica capaz de afastar o sedentarismo, um reconhecido fator de risco para a saúde, precisa, antes de mais nada, de uma criteriosa avaliação médica. A morte súbita de uma atleta participando de uma corrida noturna em temperatura relativamente amena, tida como rara, é um indicativo de qualquer prática esportiva necessita, antes, de aconselhamento médico.


Ico_twitter  Ico_facebook

Multiplicação de eventos

A multiplicação de eventos esportivos vem popularizando a prática esportiva por pessoas de todas as idades e isso, sob certos aspectos, é bom. Quem pratica alguma forma de exercício regularmente colhe benefícios ao melhorar a própria qualidade de vida. É indispensável, contudo, praticar exercícios sob supervisão técnica afastados riscos de agravamento de doenças pré-existentes.


Ico_twitter  Ico_facebook

Repaginação de Várzea Grande

Várzea Grande vem passando por uma "repaginação". Óbvio que a fase cosmética melhora a aparência da cidade que estava tão abandonada que qualquer esforço parece uma grande gestão. Isso não desmerece o trabalho da dupla Lucimar e Jay(i)me Campos, com o segundo se desincompatibilizando do cargo de Secretário de Assuntos Estratégicos.


Ico_twitter  Ico_facebook

Linguagem subjetiva

Para quem conhece o ex-governador e ex-senador Jay(i)me Campos esse gesto tem significado: disposição para enfrentar a disputa política que se avizinha e, de preferência como foi ao longo de sua vida pública, um cargo majoritário. Qual será é algo a se ver no futuro.


Ico_twitter  Ico_facebook

Grampolândia Pantaneira

A expressão cunhada pelo desembargador Orlando Perri enquanto esteve conduzindo as investigações do "escândalo dos grampos", nome original, aproxima-se da fase de conclusiva em relação a testemunhas de defesa e acusação. A delegada Alana Cardoso dará explicações sobre a "Operação Forti" quando pediu a quebra de sigilo telefônico de Tatiana Sangali (ex-amante de Paulo Taques, também ex-secretário da Casa Civil e Caroline Mariano, funcionária da pasta). Havia a suspeita de que um possível atentado contra o governador pudesse ser perpetrado por João Arcanjo Ribeiro, o que, de forma preventiva, impôs uma ação prévia para avaliação da consistência de indícios e possíveis desdobramentos.


Segunda, 19 de março de 2018
Ico_twitter  Ico_facebook

Salmo 91

Taques - que ainda não disse sim à recandidatura - encontra-se tomado por um profundo sentimento religioso e parece que andou se atualizando em matéria de conhecimentos bíblicos. Recomenda aos que o criticam a leitura do Salmo 91. "Aquele que habita..."


Ico_twitter  Ico_facebook

Desfazimento de ódios

O governador recomenda a Julio Campos, áspero em suas críticas, que retire o ódio do coração e isso serve para qualquer ocasião. Taques, por seu turno, ao ser chamado de "troço" e alguém que não aceita conselhos, sapecou o salmo sem dizer quantos e quais dos 10.000 cairão à direita embora não se espere que ele vá disputar com tantos.


Ico_twitter  Ico_facebook

Vinda de "Botafogo"

Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, apenas para refrescar a memória, frequentou a célebre planilha da Odebrecht, na Operação Lava-Jato, com a alcunha de "Botafogo" e, por enquanto, nada de mal lhe sucedeu. Isso só reforça a percepção de que a dita Operação, tão decantada pela imprensa, pauta dominante dos últimos 4 anos, tem apenas um propósito: dizimar o PT.


Ico_twitter  Ico_facebook

"Lei para todos?"

Serve, realmente, apenas como título de filme e não para as ações do Judiciário, em particular para a República de Curitiba, sob o sopro divino ou divinizador de Deltan Dallagnol e sua troupe. O procurador criou a "teoria argumentativa", em substituição a provas, e transformou juízos de condenação em simples "convicções". Em outras palavras, condenar ou absolver é apenas uma questão de fé.




« anterior    |    3 - 4 - 5 - 6 - 7    |    próxima »
Eparre

Terça, 25 de setembro de 2018
Jurandir
Tá difícil escolher um candidato a governador. Tirante os desconhecidos, só safados.

Segunda, 24 de setembro de 2018
Luiz Roberto
Acho que o pau vai torar no segundo turno. O MM se não ganhar no primeiro não leva depois. Pode anotar. Quanto ao Corecon é mais uma das brigas como as do CRECI, CREA, CRA, CRM...Se é prestação gratuita de serviços é de estranhar tamanha generosidade. Algum benefício tem. Mesmo indireto, mas tem. Prestígio, por exemplo. Vale mais que dinheiro.

Segunda, 24 de setembro de 2018
Manoel Fernandes
Acho que o Corecon ganhou mais organização e seriedade. Sempre há uma ovelha manca em todo rebanho, mas, essa se machucou sozinha.

Domingo, 23 de setembro de 2018
Edvaldo
Entra conselho e sai conselho, Sindicados e Conselhos Regionais continuam na mesma. Um grupo que entra não quer sair e o que sai sempre quer voltar. Deve ser bom, né?

DEIXE SUA OPINIÃO OU COMENTÁRIO
Nome:
Texto:
Email:
Coluna:
Vídeos
 HUMOR
10 coisas que você não deve fazer num velório!
HOME  |   TURMA DO EPA  |   PANORAMA  |   VÍDEOS  |   LEITURA  |   EPARRÊ  |   EPA DOS LEITORES
BROADCAST  |   QUEM SOMOS  |   DIREITO DE RESPOSTA  |   ANÚNCIOS  |   CANAL RSS  |   CONTATO
Copyright © 2011 - Turma do Epa. Todos os direitos reservados