Cuiabá (MT), quarta, 13 de dezembro de 2017
Turma do Epa
Terça, 03 de outubro de 2017, 12h52
Chapeu GRAMPOS

O desmonte do secretariado de Taques

Por escutas que começaram antes da gestão, governo é posto em cheque
Itamar Perenha  / Cuiabá-MT

Começou por Rogers Jarbas, Secretário de Segurança Pública, usando tornozoleira eletrônica e que foi exonerado “a pedido”.

Agora o cel. Airton Benedito Siqueira, Secretário de Justiça e Direitos Humanos, também pede exoneração.

Já estavam presos os coronéis Zaqueu Barbosa, ex-comandante da Polícia Militar e Evandro Lesco, ex-chefe da Casa Militar.

Paulo Taques, ex-secretário-chefe da Casa Militar, foi o primeiro a ser afastado, com a incumbência de protagonizar a defesa técnica do governador, mas, acabou defenestrado e preso preventivamente, mesmo, por suas vinculações à “grampolândia” por violação de sigilo telefônico de uma amante e de uma assessora. É, ao menos, o que se propalou até agora, sob diferentes motivações.

As prisões preventivas tiveram decisões interlocutórias proferidas pelo desembargador Orlando Perri, a pedido da delegada Ana Cristina Feldner, responsável pela condução das investigações a cargo do Tribunal acerca da “Grampolândia Pantaneira”.

Gênese das escutas telefônicas clandestinas

A tal “Grampolândia Pantaneira”, na verdade, começou bem antes desse governo e não há uma data de corte específica. Sugere-se um episódio de escuta clandestina envolvendo policiais militares numa fase da campanha sucessória, mas, sibila-se – usa-se esse verbo por ser mais próprio – que tenha começado muito antes. E o sibilar não deixa a onomatopeia pela ausência de elementos com a robustez necessária para avivar a fala mais incisiva.

A exibição das cenas de deputados gravados recebendo dinheiro no anexo à sala do ex-governador Silval Barbosa, sugerem que a prática de grampos ou era “defensiva” ou se praticava livremente e não como coisa de agora.

A “grampolândia” teria envolvido o próprio TJ/MT que, em determinada fase, teria promovido a escuta de juízes de primeiro grau e de colaterais sem jurisdição devida. Parece fato irrelevante e bastante longe do episódio presente e sobre o qual não existe, ainda, clareza suficiente, tampouco interesse de agir.

A queda de parte do secretariado

A queda de parte do secretariado acontece num momento em que as respectivas pastas ganhava mais evidência devido à colheita de resultados positivos.

Inegável que a Segurança Pública reduziu os índices de violência e a Polícia Judiciária Civil ficou mais apetrechada para levar a cabo a tarefa repressiva.

A Polícia Militar se fazia mais presente, de forma ostensiva, com meios e capacidade de resposta como se pode constatar numa simples olhada nos noticiários.

As “medidas cautelares” aplicadas ao delegado Rogers Jarbas parecem desproporcionais ao resultado de sua gestão frente a pasta.

Idem, quanto ao Cel PM Siqueira, na Secretaria de Justiça e Direitos Humanos e a ação incisiva ao evitar consequências maiores no episódio do Presídio Ferrugem, em Sinop demonstrando capacidade de enfrentamento às fragilidades do Sistema Penitenciário Estadual, em processo gradativo de melhora.

Estes são fatos.

De resto ainda sobram doses de uma espécie de surrealismo fantástico nas prisões e delação de militar – TCel Henrique Soares – por atos preparatórios, para ficar no mínimo, de uma frustrada operação de escuta ambiental do desembargador Orlando Perri, condutor das investigações, que desmantelou o suposto grupo, a golpes de tinta e caneta.

A “tutela” do Executivo

A “Grampolândia Pantaneira”, apesar das nuances grotescas a gerar perplexidades, não afasta uma espécie de sutil tutela sobre o Poder Executivo, diante das reações mais veementes do governador.

José Adolpho Avelino Vieira, ex-secretário-chefe da Casa Civil, também caiu por um motivo prosaico: o suposto envolvimento com uma fraude no protocolo, para evitar que uma peça acusatória, lavrada pelo ex-secretário de Segurança Pública, Mauro Zaque, denunciando os tais grampos clandestinos, chegasse ao conhecimento do governador do Estado.

E, por fim, nesta espécie de falência do jogo de dominó, tem-se o afastamento preventivo de Kleber Lima, chefe do Gabinete de Comunicação Social, por estranha ironia, abatido por “gravações clandestinas”, gestadas por servidores efetivos, a sugerir abusos de natureza moral e até sexual na repartição incumbida da política de comunicação do governo.

E nesse caso, como de costume, sem qualquer ação prévia do acusado na própria defesa, sem ausculta a pareceres do Ministério Público, já que os magistrados destes ofícios não se quedam à condição de homologadores de pareceres ministeriais como se este não fosse o papel dos fiscais da lei.

Há um novo medicamento na praça na substituir a cansada Maracujina: Calman! 


 leia também
Terça, 12 de dezembro de 2017
14:41
Chapeu política
CPMI da JBS: relatório pede indiciamento de Janot, irmãos Batista e mais três
Se aprovado na Comissão, o relatório é enviado como um documento de sugestões para os órgãos competentes.
14:37
Chapeu política
Temer diz que país vive momento reformista
O presidente Michel Temer disse hoje (12) na cerimônia de posse da diretoria da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) que o Brasil vive um "momento reformista" e citou a reforma da Previdência.
14:35
Chapeu Economia
Acordo sobre planos econômicos será divulgado hoje
O acordo entre representantes de bancos e associações de defesa do consumidor sobre o ressarcimento de perdas de planos econômicos foi concluído.
Segunda, 11 de dezembro de 2017
22:34
Chapeu Reforma da previdência
Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles.
22:29
Chapeu Economia
Número de devedores fica estável em novembro, mas volume de dívidas cai
O número de devedores no Brasil ficou estável em novembro em relação a outubro, com uma variação de 0,15%.
17:19
Chapeu Economia
Economia mundial teve em 2017 maior crescimento em seis anos, diz ONU
Um relatório das Nações Unidas lançado esta segunda-feira (11), em Nova Iorque, indica que este ano a economia mundial ganhou força.
17:16
Chapeu Operação Baixo Augusta
Esquema descoberto pela PF liberou R$ 2 bi em créditos tributários para JBS
A ação resultou de trabalho conjunto da Polícia Federal (PF), do Ministério Público e da Receita.
17:14
Chapeu Primeira instância
Justiça Federal aceita denúncia contra Rocha Loures por corrupção passiva
A Justiça Federal em Brasília aceitou hoje (11) a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra ex-deputado Rodrigo Rocha Loures por corrupção passiva.
Domingo, 10 de dezembro de 2017
19:32
Chapeu Reforma da previdência
Câmara deve retomar nesta semana discussão da reforma da Previdência
Em meio a articulações para a retomada da tramitação da proposta de emenda à Constituição (PEC) encaminhada pelo governo para a reforma da Previdência
19:25
Chapeu Economia
Economistas destacam em 2017 inflação e taxas de juros mais baixas
A menor inflação acumulada desde 1998 e a menor taxa básica de juros (Selic) desde o início da série histórica, em 1986, foram alguns dos destaques econômicos da última semana.

+ ver todas as matérias
Eparre

 Mutirão Fiscal


A iniciativa é uma ação conjunta do Executivo e do Judiciário com a finalidade de facilitar a vida dos contribuintes e, concomitantemente, trazer à Receita do Estado valores que enfrentariam longas discussões no âmbito jurídico. Ganha-se tempo, condições de negociação com redução de multas e, sobretudo, permite às empresas colocarem-se em dia com o fisco e levarem adiante os próprios negócios.

 Tributos em negociação


Impostos da alçada estadual que vão do IPVA ao ICMS poderão ser renegociados em condições que o contribuinte possa honrar os compromissos fiscais. Alívio para todos: o contribuinte que obtem facilidades para se ver em dia com as obrigações fiscais, redução no número de processos e ingresso de recursos na Conta Única. A expectativa é de que R$ 100 milhões ingressem no caixa de um total de R$ 400 milhões de negociações que se vai buscar atingir.

 MM e a mosca azul


Soube que haviam recomendado a MM que usasse mosquiteiro. Em alguma circunstância o ex-prefeito de Cuiabá, por certo, se expôs desnecessariamente e acabou picado pela "mosca azul". E, como se sabe, quem é picado pela mosca azul ingressa num período de onipotencia e autossuficiencia indescritíveis. Olhos injetados pelos efeitos da picada, busca o poder com um forte ímpeto de realização pessoal imaginando atender ao coletivo.

 Consentimento familiar


Tudo indica, ainda, que o consentimento familiar abriu as comportas de uma torrente de votos - imaginários ou possíveis - capaz de assentá-lo na cadeira desejada. Bem. A essa altura é bom lembrar que haverá disputa e que, por certo, MM não terá facilidades embora o recall de sua passagem pela Prefeitura confrontado à ineficácia da gestão do atual prefeito faz com que ele seja o melhor.

 Senado é pouco


MM não se ajusta ao perfil legislativo por ser oriundo do meio empresarial, ou seja, um "fazejador". Foi aliado do atual governador e parecia disposto a compor uma chapa forte para as próximas eleições. Como se percebe o denominado "grupo empresarial" seguirá caminho próprio, pois, Maggi, atual ministro da Agricultura, prefere marchar em nova companhia. Ao menos é o que sopram aqui e acolá.

Eparre

Sexta, 08 de dezembro de 2017
Roberto Alves
Alguém acredita que a reforma da previdência sai em 2017?

Terça, 15 de agosto de 2017

Vocês estão todos no grampo. Se não for ilegalmente alguém da Justiça já deve ter determinado grampo em vocês. Ta todo mundo quietinho e aprovando prisão de qualquer jeito e vocês acham que prisão é pro cara ficar no bem bom?

Sexta, 04 de agosto de 2017
Ubiraci Carvalho
Caramba! Que rolo togado esses tais grampos. É um envolvendo o outro e outro envolvendo o um e mais um. VOte.

Sexta, 04 de agosto de 2017
K.W
Por mais que o povão gosta da desgraça alheia é bom ficar claro que prisão não é sala de suplício. Ou precisa desenhar?

DEIXE SUA OPINIÃO OU COMENTÁRIO
Nome:
Texto:
Email:
Coluna:
Vídeos
 natureza
O que acontece se uma pessoa cair em um Vulcão Ativo!?!
HOME  |   TURMA DO EPA  |   PANORAMA  |   VÍDEOS  |   LEITURA  |   EPARRÊ  |   EPA DOS LEITORES
BROADCAST  |   QUEM SOMOS  |   DIREITO DE RESPOSTA  |   ANÚNCIOS  |   CANAL RSS  |   CONTATO
Copyright © 2011 - Turma do Epa. Todos os direitos reservados