Cuiabá (MT), sexta, 31 de outubro de 2014
Turma do Epa
Quinta, 24 de março de 2011, 18h13
Chapeu BOI SONSO

Paralisação do frigorífico Mata Boi pode não ser calote. Ainda!

Pecuaristas receiam que a justificativa de falta de caixa seja pretexto para pedido de recuperação judicial e posterior calote
Itamar Perenha  / Cuiabá-MT

 

Os pecuaristas reagiram com apreensão à notícia do fechamento temporário do Frigorífico “Mata Boi” em Rondonópolis, temendo mais um golpe no setor. Escaldados pelos prejuízos do 4 Marcos, Frialto, Estrela e Arantes Alimentos, entre outros, temem mais um calote na praça.
 
Pecuaristas da região sul do Estado, responsáveis pela maior parte do fornecimento das cerca de 600 cabeças/dia levadas a abate na planta de Rondonópolis, receiam que a justificativa de “descompasso no fluxo de caixa”, concedida à guisa de explicação para a interrupção dos pagamentos, seja, ao fim, mais um doloroso processo de “recuperação judicial”, como de praxe, lento, arrastado e com prejuízos aos produtores.
 
Luciano Vacari, superintendente da ACRIMAT (Associação dos Criadores de Mato Grosso) concedeu entrevista coletiva à imprensa constatando a interrupção da escala de abate sem, contudo, conseguir contato com o responsável pelo Grupo Industrial “Mata Boi”, com o prenome de Murilo, para afastar os temores dos pecuaristas.
 
Privilégios ao JBS e Marfrig
 
Na visão da ACRIMAT há, além dos problemas de gestão próprios de cada planta industrial que provocaram a sucessão de calotes, uma questão de fundo: os privilégios concedidos aos grupos JBS e Marfrig que, a pretexto de se internacionalizarem, receberam polpudos empréstimos subsidiados do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Foi assim que as duas empresas, somadas ao Frigorífico Bertin, conseguiram adquirir plantas industriais importantes na Argentina, Estados Unidos, Itália, entre outros países, privando os pequenos e médios frigoríficos nacionais de terem acesso a uma fonte de recursos a juros atraentes. O problema, segundo Vacari, é que essa atração aconteceu em detrimento do expressivo mercado produtor nacional e, em particular, Mato Grosso, onde o JBS, a despeito de sustentar-se com empréstimos subsidiados por todos nós, fechou a planta de Cáceres, deixando de gerar negócios e empregos aqui para criá-los em outras partes do mundo.
 
“Trata-se de uma política industrial claramente equivocada e danosa à indústria brasileira processadora de carne onde há, progressivamente, menos competição. Isso é uma evidente contradição, uma concepção política pública incompatível com a posição ocupada pelo Brasil de grande produtor de carne bovina mundial, e, em especial Mato Grosso, detentor do maior rebanho nacional”, completou.
 
Reestruturação do setor
 
Luciano Vacari procura vocalizar o pensamento dos pecuaristas que descartam a possibilidade de virem, no futuro, por associações ou movimentos cooperativos, gerir unidades frigoríficas. Para ele algumas experiências foram mal sucedidas o que demonstra que a vocação da classe se expressa, com maior competência, da porteira para dentro, onde conseguem produzir, de forma competitiva, em custos e qualidade. “É esperar os desdobramentos dessa paralisação do abate em Rondonópolis, buscar mais informações junto aos empresários responsáveis pelas plantas industriais e torcer para que o “Mata Boi” retome os pagamentos e se mantenha em atividade. Por ora, apenas esperança”, finalizou.
 

 matérias relacionadas
Segunda, 24 de outubro de 2011
11:04
Chapeu é o boi
Pecuaristas de MT vão gastar R$ 44,3 milhões com vacinas
Preço da dose da vacina contra aftosa aumentou 25,5% e a arroba 4,2%
Segunda, 03 de outubro de 2011
12:57
Chapeu Mataboi
Novo 'plano' de pagamentos é estudado
O frigorifico Mataboi tem uma dívida de mais R$ 100 milhões com os pecuaristas
Quarta, 23 de março de 2011
12:50
Chapeu BOI SONSO
Frigorífico fecha em Roo e calote do setor chega a R$ 300 mi
O processo de recuperação judicial nesses casos é lento e até agora não se tem exemplos de bom desfecho

 leia também
Quarta, 29 de outubro de 2014
07:39
Chapeu economia
Dólar fecha em queda um dia após atingir maior valor em nove anos
A moeda norte-americana operou em baixa durante todo o dia. Por volta das 14h, a cotação chegou a se aproximar de R$ 2,49
Sábado, 25 de outubro de 2014
14:48
Chapeu eleições 2014
Saiba como melhorar a leitura das digitais na hora do voto
Eleitores de todo o país usarão novamente o sistema biométrico de identificação amanhã (26) para votar no segundo turno.
Sexta, 24 de outubro de 2014
07:43
Chapeu EXPLORAÇÃO
Sinetran-MT denuncia trabalho infantil em unidade do Detran-MT de Porto dos Gaúchos
Menor substituia mão de obra terceirizada com a conivência da chefia da Ciretran.
07:38
Chapeu NA MIRA
MP busca ressarcir R$ 75 milhões do JBS
Benefícios indevidos engordaram caixa de processadora de carne
Quinta, 23 de outubro de 2014
07:45
Chapeu ENXUGAMENTO
Taques quer extinguir MT Saúde
O boato é que a Unimed já saiu à frente tendo captado, sem qualquer tipo de oposição e com facilidades até para as consignações em folha, a adesão aos planos de saúde da Cooperativa.
07:41
Chapeu IMPOSTOS MUNICIPAIS
Desempenho da arrecadação fica abaixo do esperado
A Prefeitura de Cuiabá deve fechar o ano com uma arrecadação entre R$ 45 e 50 milhões menor do que foi previsto na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2014.
Quarta, 22 de outubro de 2014
07:47
Chapeu TRÂNSITO
PRF aplicada mais de 5.000 multas por ano
A ultrapassagem em trechos de estrada sinalizados por linha contínua é a maior causa de acidentes rodoviários e Mato Grosso ostenta o absurdo número de 5.000 multas anuais
07:43
Chapeu  AGRONEGÓCIO
Ministro espera melhorar desempenho eleitoral
A derrota de Dilma Roussef (PT) no primeiro turno das eleições no Estado de Mato Grosso não desanimou o Ministro da Agricultura que espera reversão desse quadro no segundo turno.
Terça, 21 de outubro de 2014
07:45
Chapeu eleições 2014
Datafolha: Dilma tem 46% e Aécio, 43% das intenções de voto
Pesquisa Datafolha divulgada ontem (20) mostra a candidata do PT, Dilma Rousseff, com 46% das intenções de votos.
07:40
Chapeu DETRAN
Taques e um problema contratado
As greves do Detran podem ter colocado demandas salariais em negociação, mas, não foi só isso. Concurso e provimento de cargos típicos de função pública também entraram em pauta e concurso acabou implementado.

+ ver todas as matérias
Eparre

 Final feliz


Tripulação da aeronave King Air, ano 2006, sequestrada em Pontes e Lacerda foi libertada pelos sequestradores depois de uma temporada forçada a serviço do tráfico. Por terem operado em diversas pistas e sob as mais difíceis circunstâncias, a tripulação não pode prestar, ainda, informações relevantes às forças conjuntas de policiais brasileiros e bolivianos que atuaram no caso.

 Frequência


O roubo de aeronaves de pequeno porte em território brasileiro para serem colocadas a serviço do tráfico é mais um motivo de preocupação para as autoridades brasileiras e em particular Mato Grosso já que há uma grande extensão de áreas produtoras de soja nessas cercanias.

 Sem "querências"


Apoiadores de Pedro Taques, em particular o senador Jayme Campos, garantiram que não pretendem postular quaisquer cargos na gestão Taques. Os democratas desejam boa sorte ao governador eleito e que faça um bom trabalho para todos os matogrossenses.

 "Me engana que eu gosto"


Alguns duvidam da sinceridade de Jayme. Pode até ser. Para o senador em fim de mandato, com perspectivas seguras de permanecer no Senado, a desistência foi um gesto político de desprendimento. Algo, também, inusual por estas bandas e não só estas.

 Lema


"Quem ajuda a vencer, ajuda a governar". Este é o lema dos governos de coalizão sob a égide da tal "governabilidade". Taques parece que não está se importando muito com isso. Está reduzindo o número de secretarias e diminuindo os cargos comissionados de livre provimento.

 "Amigos do rei" e o batente


Curiosa a "entronização no trono". Pedro Taques já tem até um círculo de nobres. Não faltam condes e barões e, mais recentemente, têm aparecido os "amigos desde criancinha". Também, mais uma vez, parece que o governador eleito não está disposto a ver uma corte instalada ao seu redor. Quer o pessoal do batente e não "amigos do rei".

Eparre

Sexta, 24 de outubro de 2014
Daniel Fernandes
O que será que está havendo com esse pessoal? Esse modelo de representação política tá falido mesmo. Ninguém foi ouvido. Será que os servidores preferem o SUS MELHORADO? Rs..rs...rs..Pergunta: pq ninguém critica a Unimed? Será a instituição perfeita? Até achei estranho ler isso num site.

Quarta, 22 de outubro de 2014
Geraldo Fernandes
O que será que o Taques vai fazer com o Detran? Todo mundo sabe que quem manda lá é o Mauro Savi.

Quarta, 22 de outubro de 2014
Sergio Araujo
Quem abriu o mercado chinês para a carne brasileira? Dilma. Quem abriu o mercado russo para a carne bovina, de frango e de porco? Dilma. O que os produtores rurais podem ter contra uma presidenta capaz de um trabalho dessa natureza? é só lembrar a reunião dos BRICS em Fortaleza ainda este para ver o resultado desse esforço. Esse Estado não merece dar mais uma vitória para a tucanaiada.

Segunda, 20 de outubro de 2014
Laudemir
Putz meu. Esse berranteiro matador de onça não é mole não! Segura peão...

DEIXE SUA OPINIÃO OU COMENTÁRIO
Nome:
Texto:
Email:
Coluna:
Vídeos
 HUMOR
Gordinho entra na arena e touro arrasta a bunda dele pelo chão
HOME  |   TURMA DO EPA  |   PANORAMA  |   VÍDEOS  |   LEITURA  |   EPARRÊ  |   EPA DOS LEITORES
BROADCAST  |   QUEM SOMOS  |   DIREITO DE RESPOSTA  |   ANÚNCIOS  |   CANAL RSS  |   CONTATO
Copyright © 2011 - Turma do Epa. Todos os direitos reservados