Cuiabá (MT), quinta, 18 de dezembro de 2014
Turma do Epa
Quinta, 24 de março de 2011, 18h13
Chapeu BOI SONSO

Paralisação do frigorífico Mata Boi pode não ser calote. Ainda!

Pecuaristas receiam que a justificativa de falta de caixa seja pretexto para pedido de recuperação judicial e posterior calote
Itamar Perenha  / Cuiabá-MT

 

Os pecuaristas reagiram com apreensão à notícia do fechamento temporário do Frigorífico “Mata Boi” em Rondonópolis, temendo mais um golpe no setor. Escaldados pelos prejuízos do 4 Marcos, Frialto, Estrela e Arantes Alimentos, entre outros, temem mais um calote na praça.
 
Pecuaristas da região sul do Estado, responsáveis pela maior parte do fornecimento das cerca de 600 cabeças/dia levadas a abate na planta de Rondonópolis, receiam que a justificativa de “descompasso no fluxo de caixa”, concedida à guisa de explicação para a interrupção dos pagamentos, seja, ao fim, mais um doloroso processo de “recuperação judicial”, como de praxe, lento, arrastado e com prejuízos aos produtores.
 
Luciano Vacari, superintendente da ACRIMAT (Associação dos Criadores de Mato Grosso) concedeu entrevista coletiva à imprensa constatando a interrupção da escala de abate sem, contudo, conseguir contato com o responsável pelo Grupo Industrial “Mata Boi”, com o prenome de Murilo, para afastar os temores dos pecuaristas.
 
Privilégios ao JBS e Marfrig
 
Na visão da ACRIMAT há, além dos problemas de gestão próprios de cada planta industrial que provocaram a sucessão de calotes, uma questão de fundo: os privilégios concedidos aos grupos JBS e Marfrig que, a pretexto de se internacionalizarem, receberam polpudos empréstimos subsidiados do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Foi assim que as duas empresas, somadas ao Frigorífico Bertin, conseguiram adquirir plantas industriais importantes na Argentina, Estados Unidos, Itália, entre outros países, privando os pequenos e médios frigoríficos nacionais de terem acesso a uma fonte de recursos a juros atraentes. O problema, segundo Vacari, é que essa atração aconteceu em detrimento do expressivo mercado produtor nacional e, em particular, Mato Grosso, onde o JBS, a despeito de sustentar-se com empréstimos subsidiados por todos nós, fechou a planta de Cáceres, deixando de gerar negócios e empregos aqui para criá-los em outras partes do mundo.
 
“Trata-se de uma política industrial claramente equivocada e danosa à indústria brasileira processadora de carne onde há, progressivamente, menos competição. Isso é uma evidente contradição, uma concepção política pública incompatível com a posição ocupada pelo Brasil de grande produtor de carne bovina mundial, e, em especial Mato Grosso, detentor do maior rebanho nacional”, completou.
 
Reestruturação do setor
 
Luciano Vacari procura vocalizar o pensamento dos pecuaristas que descartam a possibilidade de virem, no futuro, por associações ou movimentos cooperativos, gerir unidades frigoríficas. Para ele algumas experiências foram mal sucedidas o que demonstra que a vocação da classe se expressa, com maior competência, da porteira para dentro, onde conseguem produzir, de forma competitiva, em custos e qualidade. “É esperar os desdobramentos dessa paralisação do abate em Rondonópolis, buscar mais informações junto aos empresários responsáveis pelas plantas industriais e torcer para que o “Mata Boi” retome os pagamentos e se mantenha em atividade. Por ora, apenas esperança”, finalizou.
 

 matérias relacionadas
Segunda, 24 de outubro de 2011
11:04
Chapeu é o boi
Pecuaristas de MT vão gastar R$ 44,3 milhões com vacinas
Preço da dose da vacina contra aftosa aumentou 25,5% e a arroba 4,2%
Segunda, 03 de outubro de 2011
12:57
Chapeu Mataboi
Novo 'plano' de pagamentos é estudado
O frigorifico Mataboi tem uma dívida de mais R$ 100 milhões com os pecuaristas
Quarta, 23 de março de 2011
12:50
Chapeu BOI SONSO
Frigorífico fecha em Roo e calote do setor chega a R$ 300 mi
O processo de recuperação judicial nesses casos é lento e até agora não se tem exemplos de bom desfecho

 leia também
Quarta, 17 de dezembro de 2014
08:27
Chapeu lava jato
Justiça aceita denúncia contra 36 investigados na Operação Lava Jato
O juiz federal Sérgio Moro abriu hoje (16) ação penal contra mais dez investigados ligados às empreiteiras Camargo Correa e UTC Engenharia.
Terça, 16 de dezembro de 2014
07:52
Cooperativas do Ramo Mineral discutem diretrizes e fortalecimento do setor
Fórum Mato-grossense de Cooperativas de Mineral será realizado no dia 15
07:50
Chapeu FIM DE GOVERNO
O calote programado na saúde
Há quem preveja uma saída à francesa, mas este governo não parece ter sequer elegância para contravoltear fornecedores, principalmente os da Saúde.
Segunda, 15 de dezembro de 2014
08:27
Chapeu amm
Três candidatos concorrem à presidência da AMM
As chapas foram constituídas dentro do prazo regimental e os candidatos estão aptos tanto a votar quanto a serem votados.
08:21
Chapeu  TCE
Taques x Janete
Não consta, até hoje, que Janete Riva seja "ficha suja" ainda que não se possa, a priori, descartar eventuais problemas jurídicos. Isso é motivo?
Sábado, 13 de dezembro de 2014
10:47
Chapeu OBRA CONTROVERSA
"Errinho" provoca inundação sob viaduto
Alagamento infernizou o dia de pedestres e motoristas na Av. Fernando Correia
Sexta, 12 de dezembro de 2014
08:44
Chapeu TCE
Escolha exige requisitos legais
Presidente da Assembleia diz que vaga a ser preenchida é da Assembleia Legislativa e que não haverá interferência de outros poderes.
08:37
Chapeu PESADELO
Caixa atrasa pagamento a Construtoras
Atraso, desde novembro, compromete entregas do projeto "Minha Casa Minha Vida"
Quinta, 11 de dezembro de 2014
07:35
Chapeu política
CMO aprova relatório final da Lei de Diretrizes Orçamentárias
A LDO, que estabelece as diretrizes gerais para a elaboração da proposta orçamentária.
Quarta, 10 de dezembro de 2014
21:55
Chapeu POLÍTICA
Morre deputado Valter Rabelo
Deputado não resistiu a parada cardíaca na madrugada

+ ver todas as matérias
Eparre

 Calote


Fornecedores de medicamentos fazem fila na Secretaria de Saúde em franco desespero para receberem por medicamentos entregues ao Estado. O "empenho" sequer se traduz no mínimo empenho para pagamento daquilo que está prometido e formalmente reservado no orçamento.

 Descalabro


Nenhum bom médico - e o atual secretário é um dos expoentes em cirurgias cardíacas - passa pela Secretaria de Saúde incólume aos percalços de um setor precarizado e carente de verbas. Em verdade, carente de compromisso com um governo cuja vontade ficou restrito à coleta de recursos para obras públicas.

 "Ilha da Banana"


Falta pouco para o arquivamento do processo de desapropriação da única residência do entorno ainda ocupada na "Ilha da Banana" entre a rampa e a descida da Avenida Coronel Escolástico. É bem provável que Secopa tenha optado pela solução mais simples: manter a casa e desfigurar o projeto do Largo do Rosário.

 Serviços


Quem mais sofre nestas circunstâncias são os prestadores de serviço dos mais diversos ramos e a atividades. E o que é mais assustador nesse delicado ramo da economia é que é "movido a gente", ou seja, as empresas do setor têm folhas de pagamento onerosas e intensivas.

 Uma sessão que promete


A sessão de hoje da Assembleia Legislativa promete altas temperaturas com a definição do(a) futuro(a) conselheiro(a) do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso. Será possível saber até onde se tem um Poder Legislativo que faça jus ao nome ou a um simples espantalho de olhos arregalados de vergonha ou medo.

Eparre

Quarta, 17 de dezembro de 2014
Luiz Carlos
Taí. Leio o EPA diariamente. O Dr. Jorge Lafetá é um baita médico mas acho que nunca pensou na fria que ia entrar.

Quarta, 17 de dezembro de 2014
Ladislau
Minha nossa! Vcs bateram duro mesmo. Bolicho falido...

Quinta, 11 de dezembro de 2014
Décio de Assis
Tava mesmo na hora do Maggi mostrar serviço público. Serviço privado ele já mostrou bastante.

Quinta, 11 de dezembro de 2014
K.W.
Acho estranho. De repente vocês vêm dado um grande destaque ao Maggi como se não existissem outros senadores no Estado. Considero as reportagens boas e até me surpreendi com o artigo do Maggi mas vocês não eram tão generosos assim. O que houve?

DEIXE SUA OPINIÃO OU COMENTÁRIO
Nome:
Texto:
Email:
Coluna:
Vídeos
 mundo
Time-lapse dos lugares mais bonitos do mundo. Chamado de "Welcome to Earth"
HOME  |   TURMA DO EPA  |   PANORAMA  |   VÍDEOS  |   LEITURA  |   EPARRÊ  |   EPA DOS LEITORES
BROADCAST  |   QUEM SOMOS  |   DIREITO DE RESPOSTA  |   ANÚNCIOS  |   CANAL RSS  |   CONTATO
Copyright © 2011 - Turma do Epa. Todos os direitos reservados