Cuiabá (MT), terça, 01 de setembro de 2015
Turma do Epa
Chapeu Banco central
Chapeu ocb/mt
MBA em Cooperativismo chega ao interior de MT
A educação cooperativista em Mato Grosso chega ao interior do estado com duas turmas de Pós Graduação em Gestão de Cooperativas. » Leia mais
Chapeu política
Orçamento de 2016 prevê inflação de 5,4% e alta de 0,2% do PIB
A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve ficar em 5,4% em 2016. » Leia mais
Chapeu mpf
Janot arquiva ação contra Dilma e faz crítica à Justiça Eleitoral
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, concluiu que não há indícios de irregularidade na contratação da gráfica VTPB Serviços Gráficos e Mídia Exterior Ltda. » Leia mais
Chapeu china
Especialistas temem que crise no país asiático afete recuperação do Brasil
A queda das ações chinesas, que abalou o mercado financeiro global nas últimas duas semanas, pode ter efeito duradouro sobre a economia mundial, caso a crise se prolongue. » Leia mais
Chapeu artigo
Naufrágio a vista
A crise política, econômica, fiscal-orçamentária, institucional e moral que o Brasil está enfrentando está diretamente ligada `a falta de rumo do Governo Dilma » Leia mais
Chapeu Carlos Frederick
Aposentadoria compulsória aos 75 anos?
No dia 1º de julho de 2015 o plenário do Senado Federal aprovou projeto do Senador José Serra » Leia mais
Panorama
Eparre

 "Operação Ventríloquo"


A Assembleia tem uma grande estrutura de apoio à atividade legislativa para possibilitar que os deputados se dediquem à atividade-fim: legislar.

 Lobby


O legislativo também é alvo de lobbies de todos os tipos. É natural e não é só o Legislativo matogrossense. Quem já frequentou a Câmara dos Deputados Federais fica assustado com o número de transações de todos os tipos que buscam apoio parlamentar.

 Pode e não pode


Há ações que podem acontecer através do Legislativo. Categorias profissionais se movimentam ostensivamente em busca de apoio parlamentar às respectivas pretensões. Com direito a lotar galerias e faixas.

 Silenciosas


Mas as "ações silenciosas" parecem ser as mais eficientes. Às vezes as conversas ocorrem mesmo no "mano a mano". Como se desdobram lá adiante é outra etapa.

 Reclamações


Há reclamações de toda a ordem e natureza quando a esse funcionamento de órgãos legislativos e autarquias quando a norma geral é a da transparência.
É o que se pede: transparência. Muitas vezes ela está lá, devidamente escrita e o problema, às vezes, reside no leitor e na respectiva compreensão.

 "Maracutaias"


Ouvi um comentário interessante sobre as "maracutaias". Para se ter ideia de sua existência e dimensão no tempo ouvi de um religioso que o próprio Cristo, certa feita, se indispôs com os "vendilhões" que operavam no Templo. A Casa do Senhor era profanada diariamente sem que ninguém se indignasse até a insurgência de Jesus.

 Sinédrio


O julgamento de Jesus pelo Sinédio foi uma farsa. Ele já adentrou àquela pretensa Casa de Justiça previamente condenado. Buscava-se tão somente uma aura de legitimidade para o crime que se perpetrava. Se há alguma diferença entre o que acontece nos Tribunais de hoje é difícil notar. Talvez não com tanta notoriedade histórica, mas, que existem os culpados inocentados e os inocentes condenados não há a menor dúvida.

Eparre

Quinta, 09 de julho de 2015
Decio de Assis
É preocupante o que se lê por aqui. Mas a plutocracia é demais.

Quinta, 09 de julho de 2015
Luiz Carlos
Gosto muito do site. Gosto da coluna. A metáfora é atual. Condena-se, como no caso de Dirceu, o voto profano do juiz Moro, proclamado pela incompetente "Rosa Weber: condeno porque a literatura jurídica me permite". Provas: quais? Ah! O Evento social de que Dirceu e alguns servidores participaram publicamente em BH com a Katia Abreu, a dançarina que dançou no "mensalão" que deve estar até hj procurando saber porque.

Domingo, 07 de junho de 2015
Frederico
A gente lê a coluna e se põe em guarda. Quem a escreveu merece aplausos pela lembrança de que "eu posso ser você amanhã". Ou seja, quem aplaude a Justiça sacana contra o Riva poderá vir a ter essa mesma Justiça contra si. Ninguém está livre de escorregar numa casca de banana. Os que não entenderam a coluna podem continuar mamando.

Domingo, 07 de junho de 2015
joão bragion neto
Só não entendo porque para os empregados domésticos, o aviso prévio terá considerações especiais, como o acréscimo de dias proporcionais ao tempo de serviço, sendo que as demais categorias profissionais não gozam deste direito!Isso não é elitista? Os direitos não deveriam ser iguais para todos?? Porque será?....??

DEIXE SUA OPINIÃO OU COMENTÁRIO
Nome:
Texto:
Email:
Coluna:
Vídeos
 publicidade
Campanha da Assembleia Legislativa de MT contra as queimadas
HOME  |   TURMA DO EPA  |   PANORAMA  |   VÍDEOS  |   LEITURA  |   EPARRÊ  |   EPA DOS LEITORES
BROADCAST  |   QUEM SOMOS  |   DIREITO DE RESPOSTA  |   ANÚNCIOS  |   CANAL RSS  |   CONTATO
Copyright © 2011 - Turma do Epa. Todos os direitos reservados